quinta-feira, 15 de outubro de 2009

PRIMEIRA DAMA KAREN LADEIA VISITA CRAS JARDIM MORADA DO SOL

Nelli Tirelli
Assessoria de Imprensa

A secretaria municipal de Assistência Social e primeira-dama, Karen Patrícia dos Reis Ladeia visitou os CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) que funcionam em bairros de Tangará da Serra. “Ao visitarmos todos os CRAS que hoje estão instalados em Tangará, percebemos que ainda há muito o que ser melhorado, por isso estaremos trabalhando para que essas melhorias ocorram o mais rápido possível, pois nesses locais são desenvolvidas atividades de extrema importância, principalmente para o desenvolvimento da criança e do adolescente de nossa cidade”, disse Karen.

A secretária explica ainda, que todos os programas que são desenvolvidos nesses locais buscam contribuir para a prevenção e o enfrentamento de situações de vulnerabilidade e risco social; além de Fortalecer os vínculos familiares e comunitários e Promover aquisições sociais e materiais às famílias, com o objetivo de fortalecer o protagonismo e a autonomia das famílias e comunidades.

A secretária de Assistência Social e primeira-dama visitou também os Jardins Morada do Sol e Bela Vista, construídos recentemente em Tangará da Serra com objetivo de diminuir o déficit habitacional da cidade. “A visita foi extremamente positiva tanto no Bela Vista, onde muitas famílias estão muito felizes por terem recebido a sua moradia, famílias que são extremamente carentes e que não tinham onde morar, por isso foram beneficiadas com casas, quanto no Morada do Sol, onde muitos beneficiados com lotes também já estão construindo as suas casas”, falou Karen.

Energia
A secretária explicou ainda, estar ciente do problema hoje enfrentado pelos moradores do Jardim morada do Sol com relação a eletricidade. “Nós sabemos que ainda existe o problema da rede elétrica para ser solucionado neste bairro, mas acreditamos que em breve tudo estará solucionado, já que foi firmado um contrato entre o Município e a Cemat, assinado pelo prefeito Júlio César, no qual a Prefeitura investirá R$ 250 mil na obra, com recursos próprios para resolver o problema”, salientou Karen, que confirmou que a primeira fase da rede elétrica deverá ser concluída em 30 dias, beneficiando parcialmente a comunidade, e após o término da primeira fase, terá início a obra da segunda fase com prazo de 60 dias para a conclusão.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEU COMENTARIO